domingo, 27 de maio de 2018

Vangelis - Conquest of paradise


A paralisação do Brasil


Um país praticamente sem malha ferroviária, como o Brasil, está predestinado a parar em qualquer greve de 5 dias dos caminhoneiros, já que dependemos das rodovias.
O preço alto do petróleo no mundo e a alta carga de impostos no país, nos impõe esse aumento no preço dos combustíveis. Pratica essa incentivada por outros países exportadores de petróleo - durante o século passado.
Precisamos de uma reforma tributária, de refinarias, privatizações e de uma malha ferroviária para deixarmos de ser uma republiqueta frágil de terceiro mundo. O Brasil acostumou-se a viver na "corda bamba". 

Em um dia de guerra, o país se acabaria.

Célio Azevedo.
Cientista Político

sexta-feira, 18 de maio de 2018

quinta-feira, 19 de abril de 2018

REPOST - Celio Azevedo - (Making Of) Ônibus de Dois Andares em London, UK

Sobre a série "O Mecanismo"


Não existe um mecanismo, pois a corrupção não é uma entidade física, e sim um comportamento desviado de pessoas degeneradas. A corrupção brasileira não nasceu em 1822, com a chegada de D. João VI ao Brasil, muito menos em 1500. Ela nasceu após o mundo ser criado, e lúcifer cair à terra.
Se a corrupção no Brasil tivesse começado com a chegada dos portugueses, Portugal seria hoje a nação mais corrupta do mundo, e não o Brasil.
Lembrem-se que José Padilha é de esquerda e também republicano. No entanto, a série é muito boa e recomendo. Podem assistir, mas sem acreditar em tudo.

Célio Azevedo.
Cientista Político

domingo, 8 de abril de 2018

Considerações


Não existem católicos de esquerda. Se são de esquerda não são mais católicos, são excomungados.
Fonte: A Santa Igreja católica

https://w2.vatican.va/content/pius-xi/pt/encyclicals/documents/hf_p-xi_enc_19370319_divini-redemptoris.html

http://www.montfort.org.br/bra/documentos/decretos/anticomunismo/

Célio Azevedo.
Cientista Político

Diretrizes para a vitória conservadora no Brasil


Após o grande espetáculo de Lula em sua prisão, com a conivência de grande parte da mídia, participação de “padres”, “bispos” e “pastores”, movimentos revolucionários tais como MST, CUT, MTST, além de outras organizações terroristas, de algumas pessoas iludidas, que ainda acreditavam na falácia de que Lula diminuiu a pobreza no Brasil, professores, sindicatos, OAB, STF, Congresso, grande parte dos funcionários públicos, e muitos outros, sabe-se que a ideologia socialista ainda está distante de ser vencida no Brasil.

Os socialistas sabem como agir, eles têm os adolescentes e as crianças. Cabe agora à direita eliminar os remanescentes defensores dessa perversa doutrina ateia e anti-humana, que é o comunismo. Não estamos em tempos de entorpecemo-nos com uma tímida vitória, com a prisão do maior líder comunista de massas que o Brasil já teve. Lula apenas foi um peão desse movimento comunista, que atua nacional e internacionalmente.

Urge a necessidade dos que são contra esse pensamento de esquerda desmoralizar de uma vez por todas esses socialistas e comunistas formadores de opinião. Isso deve ser feito em todos os lugares em que eles atuem, como escolas, na Igreja, na mídia, nas universidades, etc.

Os conservadores não podem deixar essa oportunidade passar. Esses formadores de opinião infiltrados geralmente são criminosos e possuem telhados de vidro. Pode-se incessantemente encontrar algo que os incrimine, que os exonere de seus empregos e evite-os de atuar em outros, que os incapacite de agir. Isso deve continuar até que não reste nenhum comunista.

Célio Azevedo.
Cientista Político

domingo, 25 de março de 2018

Bibliografia Célio Azevedo (Celio Azevedo Bibliography)



Célio Azevedo.
Cientista Político

Stephen Hawking e sua morte


Stephen Hawking, preso a uma cadeira de rodas, sem poder se mover, falar, respirar sozinho, com sua inteligência, contribuiu mais para a humanidade, com suas grandes obras, do que muita gente plenamente saudável, mas mentalmente retardada.

O homem poderia ser agnóstico, ou ateu, mas isso não desmerece suas teorias científicas, que inclusive abrem espaço para a existência de um arquiteto do universo. Era realmente um gênio.

Teve suas falhas, como associar-se à farsa do aquecimento global, criada pela Nova Ordem Mundial, além de possuir algumas ideias liberais e socialistas. Apesar disso, descobriu teorias, popularizou a ciência, foi condecorado pelo Vaticano, constituiu uma família, além de ser um exemplo de superação sobre sua doença (ELA), sofreu muito, e portanto, merece todas as homenagens recebidas. Que Deus tenha misericórdia de sua alma.

Célio Azevedo.
Cientista Político

A verdade absoluta contra o relativismo


A ideia de que não existe verdade absoluta é um pensamento ateu e irracional moderno, iniciado por Nietzsche, e pós-moderno, com pensadores como Foucault. Ademais, opinião é diferente de fato.

Quem ainda pensa dessa forma reforça-se também no marxismo cultural do século XX. A verdade absoluta sim existe, não está no homem - está Nele - em Deus.

Célio Azevedo.
Cientista Político

A Família Real sempre é apartidária


Em pleno século XXI, o Brasil continua sendo uma nação de terceiro mundo, subdesenvolvida, um grande experimento social de satanás.

Será mais fácil uma nova guerra mundial dizimar o planeta inteiro do que o Brasil se tornar um país de primeiro mundo, e isso não é uma ironia. Nosso país apenas tornar-se-á um país "rico" quando todos os demais países serem destruídos, o que sequer ocorrerá.

O analfabetismo funcional e o mau-caratismo dos "jornalistas" brasileiros não possuem limites. A família real nunca se envolve em política partidária, em nenhuma parte do mundo, e o príncipe Dom Bertrand de Orleans e Bragança não acenou apoio algum ao Alckmin, muito menos oposição à Bolsonaro, apenas fez uma análise do momento político que o Brasil vive. O rei não governa, reina. E nesse caso, como um poder moderador.

Célio Azevedo.
Cientista Político

Solução inicial para o problema da criminalidade no Brasil


O primeiro passo para acabar com a criminalidade no Brasil é o povo aprender a ler e escrever corretamente. Leiam a gramática portuguesa! Todos deveriam tê-la em casa.

Grande parte dos conflitos existentes nessa terra tropical decorre de mal entendidos causados por um grau elevado de analfabetismo funcional.

Célio Azevedo.
Cientista Político

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Sempre conectado com vocês!

Lula condenado


Enfim, a pena de Lula aumentou em quase 13 anos de prisão. Provavelmente ficará inelegível. Lula preso é, sempre foi e sempre será a minha vontade. Viva o Brasil!

Célio Azevedo.
Cientista Político

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Jair Bolsonaro e o papel da direita


Jair Bolsonaro pode não ser o melhor político do Brasil, pode não ser o melhor candidato à presidência, pode não ser a melhor pessoa, mas é inegável que, querendo ou não, ele representa um símbolo de uma resistência conservadora no país. E isso não tem nada a ver com fanatismo ou idolatria. Bolsonaro é um ser humano como outro qualquer, com seus defeitos e virtudes, e é também uma liderança política a qual temos. E sim, ele é mito nesse sentido.
Você pode até mesmo pensar que ele às vezes fala demais com o estômago, pode discordar da maneira como ele apresenta suas propostas, pode achar tímida a sua atuação como deputado, pode discordar de algumas de suas ideias, mas se tiver algum candidato conservador melhor, que ao mesmo tempo defenda uma economia liberal, e que seja uma pessoa de trajetória política reta melhor que o Bolsonaro, que pelo menos sabe admitir os seus erros, então apresente-me um outro nome melhor. É o que nós temos. Não estamos em condições de escolher.
Donald Trump também não era o melhor candidato para os EUA, mas foi o que deram para eleger. Ser anti-Bolsonaro por conta de alguns pontos particulares é extremamente nocivo para a possível direita brasileira.

Célio Azevedo.
Cientista Político

Algumas interpretações musicais


A música "Vida Sofrida" de maneira alguma foi inspirada em minha vida, que é muito boa por sinal, pois vivo de maneira premium como um bon vivant que posso. Essa música é uma alegoria da vida do brasileiro comum, trabalhador e pagador de impostos, de real vítimas de uma sociedade com a mentalidade esquerdista e desonesta. De maneira mais clara, a música critica o chamado "jeitinho brasileiro". Nunca foi algo sobre mim.

Um outro exemplo disso é a "Do it Again!", que também não é biográfica, pois não uso drogas. A droga na música é uma metáfora para se referir a qualquer vício que uma pessoa possa ter, a qualquer situação viciosa, como por exemplo "comprar demais". Assim como "Ponto de Fuga", que fala sobre o bem e o mal. O brasileiro precisa entender que nem sempre a música é autobiográfica.

Uma das poucas músicas autobiográficas que possuo é a "Paixão Passageira". Afinal, toda paixão é passageira e nessa canção em particular possui o sujeito "Eu".


Célio Azevedo.
Músico e produtor musical

Casa da Matriz


A Casa da Matriz já foi uma ótima boate para se ouvir rock alternativo e fazer novas amizades. No entanto, como tudo que é bom no Brasil sempre estraga, depois de 16 anos frequentando, acabou.

Ontem foi a última vez que fui nessa casa.


Célio Azevedo.
Produtor musical

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Célio Azevedo - Uma breve biografia musical


Célio Azevedo é um músico que compõe, canta, além de ser multi-instrumentista. Está em atividade desde 1999, quando formou a banda autoral "Scout", como vocalista, cantor, guitarrista e letrista. 

Posteriormente em 2003, criou nos mesmos moldes a banda de rock alternativo "Prematório", que seguiu-se até então. Atualmente, está em carreira solo.

Natural do Rio de Janeiro, é jornalista e possui um site que publica desde temas como música até economia e política internacional.

http://www.jornalistacelioazevedo.blogspot.com.br/

Suas influências musicais são Beatles, Blur, Sonic Youth, Radiohead, entre outros.

Além de músico e jornalista, Célio Azevedo ainda atua nas atividades como produtor musical, analista político, poeta e escritor.

Seu canal de vídeos oficial é:

Ler mais: http://celioazevedomusicas.webnode.com/