quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Jair Bolsonaro e o papel da direita


Jair Bolsonaro pode não ser o melhor político do Brasil, pode não ser o melhor candidato à presidência, pode não ser a melhor pessoa, mas é inegável que, querendo ou não, ele representa um símbolo de uma resistência conservadora no país. E isso não tem nada a ver com fanatismo ou idolatria. Bolsonaro é um ser humano como outro qualquer, com seus defeitos e virtudes, e é também uma liderança política a qual temos. E sim, ele é mito nesse sentido.
Você pode até mesmo pensar que ele às vezes fala demais com o estômago, pode discordar da maneira como ele apresenta suas propostas, pode achar tímida a sua atuação como deputado, pode discordar de algumas de suas ideias, mas se tiver algum candidato conservador melhor, que ao mesmo tempo defenda uma economia liberal, e que seja uma pessoa de trajetória política reta melhor que o Bolsonaro, que pelo menos sabe admitir os seus erros, então apresente-me um outro nome melhor. É o que nós temos. Não estamos em condições de escolher.
Donald Trump também não era o melhor candidato para os EUA, mas foi o que deram para eleger. Ser anti-Bolsonaro por conta de alguns pontos particulares é extremamente nocivo para a possível direita brasileira.

Célio Azevedo.
Cientista Político

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Trolls não serão respondidos e nem tolerados. Apenas ignorados e banidos!
Sejam civilizados, por gentileza!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.